quinta-feira, 19 de maio de 2022

BOLSA DE CRIAÇÃO JORNALÍSTICA SOBRE DIREITOS DAS MULHERES E CIDADANIA APRESENTADA HOJE NA CASA

A primeira edição da Bolsa de Criação Jornalística sobre Direitos das Mulheres e Cidadania foi hoje apresentada numa sessão pública, destinada a profissionais da comunicação social da Guiné-Bissau, na Casa dos Direitos. 

A Bolsa, no valor de 130.000 CFA, visa promover condições para a realização de uma experiência de reportagem sobre temas relacionados com os direitos das mulheres e da cidadania na Guiné-Bissau. O prazo de recepção de propostas termina a 6 de Junho.



São elegíveis para esta bolsa propostas de trabalhos de reportagem escrita, fotográfica ou áudio, de jornalistas guineenses ou a trabalhar na Guiné-Bissau. A intenção expressa da sua publicação num órgão de comunicação nacional terá uma majoração na avaliação da proposta.

As reportagens serão posteriormente também publicadas na plataforma online do projecto (em construção).

A iniciativa surge no âmbito do projecto Direitos de Mulheres e Jornalistas em Contextos de Instabilidade na Guiné-Bissau, levado a cabo pela Associação para a Cooperação Entre os Povos (ACEP), a Associação de Mulheres Profissionais da Comunicação Social na Guiné-Bissau
(AMPROCS), a Liga Guineense dos Direitos Humanos (LGDH) e Mindjeris di Guiné-Bissau Nô Lanta (MIGUILAN), com apoio da Cooperação Portuguesa.

REGULAMENTO DISPONÍVEL AQUI


FORMULÁRIO DE CANDIDATURA

terça-feira, 3 de maio de 2022

CASA DOS DIREITOS ASSINALA DIA DA LIBERDADE DE IMPRENSA
COM CONFERÊNCIA INTERNACIONAL

A Casa dos Direitos organiza a conferência internacional LIBERDADE DE INFORMAÇÃO E DE EXPRESSÃO – AMEAÇAS E RESISTÊNCIAS, na próxima quarta-feira, dia 4 de Maio, a partir das 9h30, no salão nobre da Casa, numa altura em que se assinala o Dia da Liberdade de Imprensa a nível internacional. Trata-se de uma organização conjunta da Casa, com a Associação para a Cooperação Entre os Povos (ACEP), a Associação de Mulheres Profissionais dos Órgãos de Comunicação Social (AMPROCS), a Liga Guineense dos Direitos Humanos (LGDH) e a Mindjeris di Guiné-Bissau Nô Lanta (MIGUILAN), e conta com o apoio da Cooperação Portuguesa.

A conferência conta com a presença de Agnelo Regalla, jornalista, fundador da Rádio Bombolom e deputado; Demba Sanhá, presidente da Rede Nacional de Rádios Comunitárias e coordenador da CMICS; Lucinda Barbosa, jurista e presidente da Associação de Mulheres Juristas da Guiné-Bissau; Salvador Gomes, jornalista e correspondente da Voz da América; e ainda de Carlos Bajo, jornalista e investigador espanhol, especialista em assuntos africanos, com moderação da jornalista Paula Melo, presidente da AMPROCS.

Este debate surge num contexto de repetidas ameaças à liberdade de informação e de expressão. O debate servirá para traçar o perfil actual da situação na Guiné-Bissau, bem como do contexto regional, no que diz respeito à liberdade de imprensa.

De acordo com a classificação do Índice de Liberdade de Imprensa 2022, divulgado pelos Repórteres Sem Fronteiras, a Guiné-Bissau ocupa a 92.ª posição, tendo perdido 15 lugares desde 2017, uma das descidas mais acentuadas dos países da África ocidental.

sexta-feira, 25 de março de 2022

10 ANOS DA CASA: "OS DIREITOS DAS MULHERES" É O TEMA DO QUARTO DEBATE ONLINE

O próximo debate online, no âmbito das actividades que assinalam os 10 anos da Casa, acontece na próxima terça-feira, 29 de Março, às 17h00.

A sessão, dedicada ao tema dos "Direitos das Mulheres", terá como participantes Maimuna Sila da Fundação Ana Pereira e Nelvina Barreto da MIGUILAN, e decorre através da plataforma Zoom com transmissão no Facebook da Casa

Contamos consigo!



10 anos da Casa | Debate Online: Os Direitos das Mulheres
29 mar. 2022 17h00
Zoom: https://us06web.zoom.us/j/83891741318